A tecnologia evolui de uma forma avassaladora. Prova disso, é que há 20 anos, não se imaginaria tudo que temos de tecnologia hoje em dia. Por exemplo, quem diria que aqueles celulares limitados à ligações e mensagens de textos virariam o que são hoje?

A internet mesmo subverteu uma série de coisas. Antes se consumia somente aquilo que “bombava” e chegava até nós. Hoje em dia, você pode ser um grande fã de uma banda de garagem de uma pequena cidade australiana. Tudo isso é muito louco, não é mesmo?

A conclusão que chegamos é que quanto mais novo você for, mais natural a tecnologia será para você. Porém, como que fica a inclusão dos mais velhos no meio de todas essas mudanças? Afinal, a internet é uma ferramenta fantástica, mas do que adianta se ela não for para todos?

Usando a mesma conclusão acima, dá para entender que quanto mais velha a pessoa, maior sua dificuldade com a tecnologia. Sendo assim, é normal ver um parente mais velho seu sofrendo com coisas que para você são óbvias. Por isso, vale a pena refletir se podemos melhorar esse quadro de alguma forma.

Afunilando ainda mais nosso exemplo, vamos falar do WhatsApp. A plataforma de conversação é muito utilizada por todos. Porém, é normal ver pessoas mais velhas passando sufoco com o aplicativo.

Mandar fotos, escrever mensagens, enviar áudios e arquivos e outras coisas pode ser um verdadeiro pesadelo para os mais velhos. Então, diante das ideias aqui apresentadas, é comum entender o porquê disso.

Por isso, tivemos a ideia de criar um manual visando a inclusão dos mais velhos no aplicativo WhatsApp. Um material que ensina o “feijão com arroz” do aplicativo e pode ser útil para pessoas. Afinal, nem todo mundo tem um neto ou alguém mais novo por perto para ensinar a mexer.

Você pode baixar esse material clicando aqui e enviar para quem você acha que precisa.

Guia de uso para WhatsApp

Quer uma Internet que você pode confiar?
#EntãoLoga