Esqueça apenas computadores, celulares e TVs ligados com conexão, quando o assunto é Internet das coisas, estamos falando de toda sua casa conectada

Você piscou e a tecnologia já evoluiu mais um pouco. E quando o assunto é Internet, aí que ela não para mesmo.

Quando a gente acha que tá se acostumando com a Internet no computador, no celular e mais recentemente, chegando na TV, as novidades continuam a aparecer pra nos surpreender.

Mas e se a gente te contar que o futuro reserva um mundo com sua casa inteiramente conectada? Será que tá todo mundo preparado para um mundo em que sua roupa pode estar conectada com seu celular?

Estamos falando da Internet das coisas.

A “Internet das Coisas” se refere a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar os itens que usamos diariamente. Cada vez mais surgem eletrodomésticos, meios de transporte e até mesmo tênis, roupas e maçanetas conectadas à Internet e a outros dispositivos, como computadores e smartphones.

Pra quem tem SmarTV ou videogame em casa, esses são os exemplos mais óbvios de dispositivos que migraram do mundo offline para o online, mas essa automação pode ir muito além. Pense também em sua geladeira, fogão, lâmpadas, aspirador de pó, ar-condicionado, fechaduras, aparelho de som, carro e etc.

O conceito de wearables, ou dispositivos vestíveis também faz parte desse futuro, na forma de smartwatches e pulseiras inteligentes. Todos esses dispositivos podem receber sensores que os permitam conectar-se à internet e oferecer recursos extras.

Pra quem ainda não está completamente familiarizado com o termo, separamos alguns exemplos de automação de produtos, ou seja, coisas que não estávamos acostumados a ver conectadas a Internet.

  • Um aspirador de pó robô pode ser programado para limpar a casa depois da hora de dormir;
  • As lâmpadas da casa podem emitir luzes em tons específicos durante vários momentos do dia, ou se apagarem quando todos saírem;
  • O ar-condicionado pode se ativar cinco minutos antes de você chegar, deixando o ambiente na temperatura correta;
  • Tratores automatizados, capazes de fazer o trabalho de um funcionário mesmo à noite, com dados via satélite para evitar desperdício e utilizando a rede apenas quando necessário;
  • Hospitais podem utilizar equipamentos capazes de coletar dados armazenados em smartwatches, pulseiras inteligentes e outros dispositivos vestíveis que monitorem os dados vitais do paciente, otimizando o atendimento e facilitando o diagnóstico.

E não pense que estamos falando de um futuro do mundo dos Jetsons, todos esses são exemplos de produtos que já existem.

O futuro é cada vez mais conectado e pra fazer parte dele, precisamos de uma Internet que não nos deixe na mão, né?

Quer uma Internet que você pode confiar?
#EntãoLoga